Planos de saúde devem pagar exame de H1N1

1276
H1N1
Créditos: Yakobchuk Olena | iStock

De acordo com a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), o exame de diagnóstico de H1N1 está listado no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, uma lista de todos os procedimentos que devem ser cobertos, obrigatoriamente, pelos planos de saúde.

O rol prevê a cultura do vírus influenza tipos A (família do H1N1) e B, e a pesquisa e dosagem de anticorpos anti-influenza A e B, IgG (Imunoglobulinas G) e IgM (Imunoglobulinas M). Esses exames servem para detectar se o paciente possui ou já foi infectado com um dos vírus da gripe.

O exame que os convênios deve oferecer, porém, não dá resultado na hora, mas varia entre 1 a 3 dias. Porém, caso o médico faça a prescrição do teste rápido, o usuário deve receber a cobertura. A FenaSaúde (Federação Nacional de Saúde Suplementar) confirmou que os exames são cobertos no atendimento ambulatorial e na internação.

Os beneficiários que pagaram pelo exame podem pedir o reembolso e, em caso de negativa, devem recorrer a um órgão de defesa do consumidor. (Com informações do portal Uol.)

DEIXE UMA RESPOSTA