IA faz papel de auditor e expõe fraudes de despesas com funcionários

178
Inteligência artificial ajuda a descobrir farsas. Créditos: Fabio Balbi | iStock Um funcionário que viajava a trabalho deixou seu cachorro em um canil, mas cobrou o gasto como despesa do hotel. Outra funcionária pagou aulas de ioga pelo cartão de crédito corporativo, mas afirmou ser entretenimento do cliente. Um empregado gastou uma fortuna em um clube de striptease, mas apresentou a despesa como jantar de negócios em uma churrascaria. Essas despesas falsas, que ocorreram recentemente em grandes empresas dos EUA, têm uma coisa em comum: todas foram expostas por algoritmos de inteligência artificial que podem investigar declarações fraudulentas e recibos falsos que, em muitos casos, são indetectáveis ​​para auditores humanos. A startup AppZen A AppZen, uma startup de contabilidade de AI, foi contratada por várias grandes empresas, incluindo a Amazon.com, a International Business Machine Corp., a Salesforce.com Inc. e a Comcast Corp. O resultado foi a economia de milhões em despesas fraudulentas. Em relatório divulgado em abril, foram analisados 2.700 casos de fraude entre janeiro de 2016 e outubro de 2017, que resultaram em perdas de US $ 7 bilhões. A startup diz que a tecnologia não está tirando empregos, mas sim liberando auditores para se aprofundar em afirmações duvidosas

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados
   
Cadastro de Novo Usuário
*Required field