Comarcas do RS passam a exigir processos cíveis pelo Eproc

37
Determinação abrange comarcas de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Gravataí e Viamão Logo do eproc As comarcas do Rio Grande do Sul passam a exigir que processos cíveis sejam recebidos pelo Eproc. A medida vem por meio do Ato 007/2019 da Presidência do Tribunal de Justiça do estado (TJRS), e abrange as cidades de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Gravataí e Viamão. Há ainda a previsão de que o sistema de processos digitais da Justiça Federal seja implementado, ainda em março, também nas comarcas de Estância Velha, Esteio, Portão, São Leopoldo, São Sebastião do Caí e Sapucaia do Sul. Para conferir o cronograma completo das datas de implantação do Eproc, clique aqui. Notícia produzida com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Saiba mais: Aplicativo do eproc é lançado na Seccional da OAB-PRJustiça de SC tem novo sistema de assistência jurídicaPortaria do TRF1 regulamenta procedimentos no PJeIntimação online é válida para advogado cadastrado no PJeAdvogados devem atualizar navegador para usar nova versão do PJe

Este conteúdo é restrito para usuários cadastrados do site e é GRÁTIS. Cadastre-se GRATUITAMENTE e tenha acesso já ao conteúdo. Se já for cadastrado, faça o login. Para novos usuários basta preencher o cadastro.

Login de usuários cadastrados