São Francisco (EUA) bane reconhecimento facial em locais públicos

156

Decisão de comitê proíbe que a polícia adote a tecnologia

A cidade de São Francisco (EUA) decidiu banir o uso de reconhecimento facial em locais públicos. A decisão foi tomada por 8 votos a 1 pelo Comitê de Supervisores local para o assunto, e proíbe que polícias e outros agentes de segurança pública empreguem mecanismos desse tipo. As informações são do jornal americano The New York Times.

hering
Créditos: metamorworks | iStock

De acordo com um dos supervisores ouvidos pelo jornal, a cidade tem maior responsabilidade por se tratar de um dos principais centros de desenvolvimento dessas tecnologias no mundo.

“Penso que, sendo São Francisco um dos quartéis-generais da tecnologia mundial, isso vem com uma maior responsabilidade para seus legisladores”, diz Aaron Peskin.

Saiba mais:

O New York Times lembra que aparelhos de reconhecimento facial ajudaram a identificar um atirador em massa em outro estado. Mas grupos da sociedade civil mostram preocupação sobre eventuais abusos.

A medida ainda trouxe críticas sobre o banimento completo do uso, sob o argumento de que este deveria ser regulamentado, e não proibido. Hoje, o uso de tecnologia de reconhecimento facial já é utilizado em diversos estádios, arenas desportivas e aeroportos por todo os Estados Unidos.

DEIXE UMA RESPOSTA