Após investigação, Google suspende transcrições de gravações de assistentes de voz na UE

172

Uma TV belga noticiou o vazamento de uma conversa gravada pelo Google Assistant

Analistas do Google escutam conversas de usuários com assistente virtual
Créditos: Ivanko_Brnjakovic | iStock

O Google concordou em suspender as transcrições das gravações feitas pelo Google Assistant, assistente de voz da empresa na União Europeia, de acordo com o que informaram as autoridades do bloco.

A medida começou a valer no último dia 1º e terá duração de 3 meses. Ela foi uma determinação da comissão de proteção de dados da Europa, após investigar o vazamento de áudios gerados por interações com o assistente.

A denúncia sobre as gravações de conversas pelo assistente de voz do Google foi feita por uma TV belga. As gravações vazadas à imprensa incluíam informações sensíveis dos usuários, como condições médicas e endereços.

“O uso de assistentes de voz por provedores como Google, Apple e Amazon está se mostrando de alto risco para a privacidade dos envolvidos”, disse a Comissão Europeia nesta quarta.

Conforme o órgão, este risco existe não somente para os donos dos aparelhos, mas para todos os que têm contato com eles dentro de uma casa, por exemplo, o que exigiria que as empresas protegessem também a privacidade desses terceiros.

A comissão acrescentou que a Amazon e a Apple foram “convidadas” a implementar medidas apropriadas.

(Com informações do Gazeta Web)  

DEIXE UMA RESPOSTA