Modelo - Golpe do PIX - Ação Indenizatória

Data:

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ___ VARA CÍVEL DA COMARCA DE [inserir localidade - UF]

 

 

Golpe do Pix
Créditos: BrendaRochaBlossom / Depositphots

[Nome completo do Requerente], [nacionalidade], [estado civil], [profissão], portador do RG nº [número] e inscrito no CPF sob o nº [número], residente e domiciliado à [endereço completo], Telefone/WhatsApp: (XX) 9XXXX-XXXX, e-mail: (correio eletrônico), por seu advogado que esta subscreve (conforme procuração anexa – Doc. 01), com escritório profissional situado à [endereço do escritório], onde recebe notificações e intimações, vem respeitosamente perante Vossa Excelência, com fulcro no art. 186 e 927 do Código Civil Brasileiro - CCB, bem como nos artigos 6º, 14 e 18 do Código de Defesa do Consumidor - CDC (Lei nº 8.078/90), propor

AÇÃO INDENIZATÓRIA POR DANOS MORAIS E MATERIAIS

em face de [Nome completo do Requerido, se conhecido], [nacionalidade], [estado civil], [profissão], portador do RG nº [número] e inscrito no CPF sob o nº [número], residente e domiciliado à [endereço completo], Telefone/WhatsApp: (XX) 9XXXX-XXXX, e-mail: (correio eletrônico), pelos motivos de fato e de direito a seguir expostos:

DOS FATOS

  1. No dia [data], o Requerente foi vítima de um golpe financeiro via Pix, no qual foi induzido a realizar uma transferência no valor de R$ [valor por extenso] para a conta do Requerido, sob a falsa alegação de [descrever a fraude, ex.: venda de produto, premiação, etc.].

  2. Após a realização da transferência, o Requerente constatou que havia sido vítima de um golpe, pois [explicar como descobriu o golpe, ex.: o produto não foi entregue, o contato com o suposto vendedor foi perdido, etc.].

  3. O Requerente tentou diversas vezes resolver a situação de forma amigável com o Requerido, sem sucesso.

DO DIREITO

  1. O ato ilícito praticado pelo Requerido, caracterizado pela fraude e apropriação indevida de valores, enseja a responsabilidade civil, obrigando-o a reparar os danos causados, conforme dispõe os artigos 186 e 927 do Código Civil Brasileiro (CCB).

  2. Ademais, considerando a relação de consumo estabelecida, aplica-se também o Código de Defesa do Consumidor - CDC. Nos termos do art. 6º, incisos VI e VIII, do Código de Defesa do Consumidor - CDC, são direitos básicos do consumidor a efetiva reparação de danos patrimoniais e morais, bem como a facilitação da defesa de seus direitos.

  3. O art. 14 do Código de Defesa do Consumidor - CDC estabelece que o fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, bem como por informações insuficientes ou inadequadas sobre sua fruição e riscos.

  4. Os danos materiais são evidentes, correspondendo ao valor transferido de R$ XXXX,XX [valor por extenso].

  5. Além disso, o Requerente sofreu abalos psicológicos e emocionais, caracterizando danos morais, que devem ser reparados, conforme entendimento consolidado na jurisprudência.

DO PEDIDO E DOS REQUERIMENTOS

Diante do exposto, pede e requer:

a) A citação do Requerido, para que, querendo, conteste a presente ação, sob pena de revelia e confissão quanto à matéria de fato;

b) A total procedência da ação, condenando o Requerido ao pagamento de indenização por danos materiais no valor de R$ XXXX,XX [valor por extenso], com correção monetária e juros legais;

c) A condenação do Requerido ao pagamento de indenização por danos morais, cujo valor deixa a critério deste Juízo, sugerindo, para fins de arbitramento, o montante correspondente a [sugerir um valor ou percentual];

d) A condenação do Requerido ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios.

Requer, ainda, a produção de todas as provas admitidas em direito, especialmente a documental, testemunhal e pericial.

Dá-se à causa o valor de R$ XXXX,XX [valor da causa por extenso].

Nestes termos, pede e espera deferimento.

[Localidade - UF ], [data].

[Assinatura do advogado]
[Nome do advogado]
[OAB/UF nº XXXXX]


Documentos Anexos:

  1. Procuração;
  2. Comprovante da transação via Pix;
  3. Troca de mensagens com o Requerido (se houver);
  4. Outros documentos que comprovem o dano e a tentativa de resolução amigável.
Golpe do Pix
Créditos: BrendaRochaBlossom / Depositphotos
Juristas
Juristashttp://juristas.com.br
O Portal Juristas nasceu com o objetivo de integrar uma comunidade jurídica onde os internautas possam compartilhar suas informações, ideias e delegar cada vez mais seu aprendizado em nosso Portal.

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Modelo - Embargos de Declaração - CPP - Princípio "non bis in idem" - Não Ocorrência da Preclusão

Destaca-se, inicialmente, a natureza de ordem pública do princípio non bis in idem, o qual impede que o embargante seja processado ou punido mais de uma vez pelo mesmo fato. Tal princípio é um dos pilares do nosso sistema jurídico, garantindo a segurança jurídica e a justiça processual, conforme amplamente discutido nos autos.

Modelo - Ação de Guarda Unilateral

A requerente relacionou-se com o réu e deste relacionamento amoroso nasceram as suas filhas – XXXXX e XXXXXXX, menores impúberes nascidas em XX/XX/20XX e XX/XX/20XX.

Modelo de Petição - Abandono Afetivo - Ação Indenizatória

O Réu, ciente de sua paternidade em relação ao Autor, tem consistentemente falhado em suas responsabilidades parentais, negando apoio e cuidado ao filho, como será demonstrado pelas provas a serem apresentadas.

Modelo - Ação Indenizatória por Danos Morais - Abandono Afetivo

O Autor é _____ e objetiva por meio da presente ação o reconhecimento do abandono afetivo e consequente indenização por danos morais . O Réu, apesar de ter plena ciência do vínculo paterno com o Autor, vem reiteradamente negando a sua responsabilidade de auxiliar na criação do filho, agindo como se o mesmo nunca tivesse existido, o que se demonstrará pelas provas que pretende produzir.