Supremo convoca audiência de conciliação em ação sobre acordos de leniência na lava jato

Data:

Supremo convoca audiência de conciliação em ação sobre acordos de leniência na lava jato | Juristas
Ministro André Mendonça participa da sessão da Segunda Turma do STF. Foto: Carlos Moura/SCO/STF (05/04/2022)

O ministro André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), convocou uma audiência de conciliação para o dia 26 de fevereiro, às 10h, no contexto de uma ação que questiona os termos dos acordos de leniência celebrados entre o Estado e empresas durante a Operação Lava Jato.

A Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 1051, apresentada ao STF em março de 2023 pelo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Solidariedade, trouxe à tona preocupações quanto à legalidade dos pactos firmados antes do Acordo de Cooperação Técnica (ACT), que estabelece diretrizes para tais procedimentos.

Segundo os autores da ação, os acordos prévios teriam sido marcados por irregularidades, incluindo alegações de coação, manipulação na definição das multas e inclusão de fatos que, posteriormente, não foram considerados ilícitos. Também denunciaram uma suposta atuação abusiva do Ministério Público Federal (MPF) nas negociações, resultando em distorções financeiras significativas.

Para mediar o conflito, foram convocados representantes da Procuradoria-Geral da República (PGR), da Advocacia-Geral da União (AGU) e da Controladoria-Geral da União (CGU), instituições federais que firmaram acordos de leniência. Além disso, os partidos autores da ação e as empresas envolvidas nos acordos prévios foram convidados a participar. Também está prevista a presença de um representante do Tribunal de Contas da União (TCU).

O ministro André Mendonça destacou que a complexidade do tema requer uma análise técnica aprofundada, com a participação das partes envolvidas e de instituições públicas com expertise na matéria. A audiência busca alcançar um consenso e encontrar soluções que atendam aos interesses das partes envolvidas, em conformidade com os princípios legais e constitucionais.

Com informações do Supremo Tribunal Federal (STF).


Você sabia que o Portal Juristas está no FacebookTwitterInstagramTelegramWhatsAppGoogle News e Linkedin? Siga-nos!

Ricardo Krusty
Ricardo Krusty
Comunicador social com formação em jornalismo e radialismo, pós-graduado em cinema pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Deixe um comentário

Compartilhe

Inscreva-se

Últimas

Recentes
Veja Mais

Como Obter o Visto Gold em Portugal: Guia Completo para Investidores Estrangeiros

Visto Gold (Golden Visa) em Portugal O visto Gold (Golden...

Guia Completo para Obter um Visto de Trabalho em Portugal: Passo a Passo para Profissionais Internacionais

Mudar-se para Portugal é um sonho para muitos devido ao seu clima ameno, qualidade de vida elevada e rica cultura histórica. Para profissionais de fora da União Europeia, uma das vias principais para realizar esse sonho é através da obtenção de um visto de trabalho. Este guia abrangente fornece um passo a passo detalhado sobre como aplicar para um visto de trabalho em Portugal, incluindo dicas essenciais e requisitos legais.

Como funciona a obtenção de múltiplas cidadanias?

A obtenção de múltiplas cidadanias pode ocorrer de várias maneiras, dependendo das leis e regulamentos de cada país envolvido. Aqui está uma visão geral dos principais métodos pelos quais uma pessoa pode adquirir mais de uma cidadania:

Uma pessoa pode ter diversos passaportes e nacionalidades?

Sim, uma pessoa pode possuir diversos passaportes e nacionalidades, em um arranjo conhecido como dupla ou múltipla cidadania. Isso significa que ela é reconhecida como cidadã por mais de um país e pode usufruir dos direitos e benefícios associados a cada uma das suas nacionalidades.