Organização criminosa que fraudava perícias do INSS é condenada

142
inss
Créditos: M-A-U | iStock

O juiz da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo condenou 11 membro de uma organização criminosa que fraudava perícias do INSS, em ação penal relativa à operação Pseudea, que investigou um grupo composto por vários membros, os “incapazes de aluguel”, que simulavam doenças e incapacidades para obter auxílio-doença. Na investigação, concluíram que os prejuízos ultrapassam 6 milhões de reais.

O Ministério Público Federal apresentou denúncia contra 15 investigados pelos crimes de organização criminosa, sendo que 4 dos acusados foram indiciados também por corrupção passiva e ativa.

O juiz Ali Mazloum condenou os acusados a penas que variam de 4 anos a 8 anos e 25 dias de reclusão, além de multas. O servidor público envolvido no esquema perdeu seu cargo, e outros três acusados foram absolvidos por falta de provas. (Com informações do Consultor Jurídico.)

AP 0012124-81.2017.403.6181 – Decisão (Disponível para download)

DEIXE UMA RESPOSTA