Facebook permite acesso a dados de usuários por empresas

72

Facebook teria liberado acesso restrito à empresas.

dados de usuários
Créditos: Urupong | iStock

O Facebook concedeu, a 150 grandes empresas do setor de tecnologia, acesso aos dados de usuários sem consentimento. Dentre as empresas, estão Netflix, Spotify, Yahoo, Amazon e Microsoft. Montadoras e empresas de comunicação também estão nesse meio. A notícia saiu na última quarta-feira (18/12) no jornal “The New York Times”.

Elas tiveram acesso aos nomes das amizades dos usuários, às mensagens privadas, à identificação única dos usuários no Facebook, ao nome dos usuários e a informações de contato.

O jornal aponta que alguns contratos foram fechados ainda em 2010, e alguns ainda estavam em vigor até meados deste ano. Em troca, o Facebook ganhava acesso profundo às relações entre os usuários e as empresas, sugerindo mais conexões. Não há informações concretas sobre como as empresas utilizaram os dados.

O diretor de privacidade do Facebook, Steve Satterfield, disse que os acordos não violaram os acordos de privacidade ou os compromissos com os reguladores federais.

A rede social obtém os dados a partir do momento em que o usuário cria seu perfil, faz conexões e interage. Recursos como geolocalização também contribuem.

A empresa está sendo investigada nos EUA e no Reino Unido, foi processada por um procurador em Washington e poderá sofrer uma multa da União Europeia de US$ 1,63 bilhão por vazar dados de 50 milhões de usuários, fato que ocorreu em setembro.

Vale lembrar do recente escândalo do Facebook e da CAmbridge Analytica, em que houve utilização dos dados na candidatura de Donald Trump e no plebiscito do Brexit. (Com informações do G1.)

DEIXE UMA RESPOSTA