Morte de Davide Astori, capitão da Fiorentina, é investigada pelo Ministério Público da Itália

22
 

Dois médicos são investigados pela morte do jogador Davide Astori.

davide astori
Créditos: Brian A. Jackson | iStock

O Ministério Público de Florença, na Itália, está investigando dois médicos pela morte do capitão da Fiorentina, Davide Astori, pelo crime de homicídio culposo. De acordo com a promotoria, eles emitiram certificados de aptidão física, permitindo que o jogador praticasse atividades esportivas.

O jornal “La Nazione” informou que o ex-jogador realizou dois eletrocardiogramas em julho de 2016 e 2017. Um deles apontou um pequeno indício de mau funcionamento do coração, mas o jogador foi liberado para praticar atividades físicas.

O zagueiro de 31 anos foi encontrado morto no quarto de hotel onde estava hospedado antes de uma partida contra a Udinese em 4 de março. A causa pode ter sido uma aceleração dos batimentos de seu coração (taquiarritmia). (Com informações do Esportes IG.)